O que é Kabbalah?

Depoimentos

“Sinto-me imensamente privilegiada e profundamente agradecida por fazer parte da geração alcançada pela luz através da Kab

Como começar?

Conheça os 3 passos para iniciar o estudo da Kabbalah:

Consciência Semanal

O início da porção Beha'alotcha descreve sobre o acendimento do candelabro.

O Criador diz a Moisés para falar a Aaron para acender o candelabro no Beit HaMikdash (Templo), e está escrito  que Aarão seguiu as ordens como foi dito. Moisés disse: "Eis como o Criador quer que você faça isso”, e Aarão o fez; está escrito que ele não mudou as instruções que recebeu de Deus. Mas os kabalistas perguntam por que está escrito na Torah que Aarão seguiu as ordens? Por que a Torah precisa mencionar isso? Estamos falando de Moisés e Aarão; certamente eles entenderam que essa era a maneira que o Criador queria que  fosse feito.

Certamente Aarão ouvia e não mudava. Parece quase desnecessário para a Torah mencionar  isso. Mas, como sabemos, tudo na Torah tem um propósito.

A resposta que os kabalistas dão, que não é apenas importante, mas também muito prática, é a seguinte: quando está elogiando Aarão, não está elogiando porque Aarão não mudou as instruções ou mandamentos que lhe foram dados, mas sim porque o próprio Aarão não mudou. O acendimento do candelabro era um dos atos mais importantes a serem feitos, e, assim, o trabalho espiritual que ele estava fazendo, quando ele estava acendendo o candelabro, revelava uma enorme quantidade de Luz, tanto neste mundo físico quanto nos Mundos Superiores. No entanto, mesmo sabendo que ele era a única pessoa que poderia fazê-lo, e que esse ato revelava muita Luz, Aarão não mudou em nada. O que isso significa? Aarão não permitiu que seu ego aparecesse e o mudasse.

Infelizmente, muitas vezes quando as pessoas recebem uma responsabilidade, ou acreditam que tenham alguma grande responsabilidade, elas mudam a forma como se permitem falar e agir em relação a outras pessoas; elas mudam porque permitem que o ego entre e lhes diga como são importantes. Mas precisamos aprender com Aarão que, se estamos mudando por causa de uma posição ou responsabilidade externa, estamos realmente nos desconectando da Luz do Criador, não importa quanta Luz o ato que praticamos revele.

Aarão, cuja responsabilidade era maior do que qualquer coisa que poderia imaginar, não mudou, e, assim, precisamos aprender com ele. É uma importante lição e consciência que a porção Beha'alotcha nos dá; não importa qual responsabilidade espiritual nos seja dada, temos que ter certeza de que o nosso ego não venha e nos mude.

 

→ clique aqui para ler outros artigos de Michael Berg

 

Cursos, Seminário e Eventos

Ferramentas Kabalísticas

Astrologia Kabalística

Os conhecimentos adquiridos a partir da leitura de um mapa...

Zohar

O Universo não começou com um átomo ou uma partícula...

72 Nomes

Os 72 Nomes de Deus não são nomes no sentido comum, são 72...

Ana Bekoach

O Ana Bekoach é talvez a oração mais poderosa de todo o...

Meditacão de Proteção

O que há de tão importante em uma simples fita vermelha...