O que é Kabbalah?

Depoimentos

“Sinto-me imensamente privilegiada e profundamente agradecida por fazer parte da geração alcançada pela luz através da Kab

Como começar?

Conheça os 3 passos para iniciar o estudo da Kabbalah:

Consciência Semanal

Há um verso que Rav Ashlag usava muito frequentemente, e que Rav Brandwein também usava em seus ensinamentos com meu pai, Rav Berg. É um verso que diz que o Criador está sempre pensando em maneiras para que cada indivíduo nunca se perca nem se encontre em um estado de escuridão, desconexão ou falta.

O Criador está constantemente pensando em nós, e constantemente encontrando maneiras de remover nossa falta e nos conectar com a Luz e bênçãos maiores; este processo de pensamento é quase como o GPS.

Quando usamos o GPS e fazemos uma curva errada, o GPS toma algum tempo, recalcula e, então, nos dá uma outra rota. E é isso que o Criador faz por nós, todos os dias, todo o tempo. Quando acordamos de manhã, o Criador diz: “Este é o seu caminho. Se você for por ele, fizer estas coisas, restringir dessas maneiras e compartilhar dessas formas, seu dia será preenchido apenas com Luz e bênçãos.” Mas se não estamos conectados com os pensamentos do Criador e fazemos a curva errada, o Criador não desiste de nós.

Assim como o GPS, o Criador simplesmente recalcula, criando novos pensamentos para nós para nos trazer de volta ao caminho de bênçãos. E quanto mais estamos atentos que isso está acontecendo, mais isso se torna real para nós, e mais ficamos conectados a isso.

Portanto, conforme entramos em Pêssach, queremos pedir que nossas mentes e consciência sejam ligadas aos pensamentos constantes do Criador. Queremos nos conectar com a certeza de que se tomarmos as decisões certas ou erradas, o Criador está sempre recalculando e criando pensamentos para nosso benefício, criando pensamentos para trazer Luz e bênçãos para nossas vidas.

Rav Ashlag escreve sobre este conceito para seus estudantes, dizendo: “Quando alguém vem a mim com um problema, ou com uma falta, a primeira coisa que eu faço é pedir à Luz do Criador para lhe dar o pensamento de como consertar isso. Eu não quero ser a pessoa que conserta para eles, ou mesmo que lhes dá as orientações. Eu peço ao Criador para dar a essa pessoa o pensamento para consertar, porque quando o Criador está dando o pensamento a você, mesmo se você não entende ou ainda não tenha recebido, isso já o afeta.”

Os pensamentos do Criador nos afetam mesmo se nós ainda não os entendemos completamente. E isso está acontecendo em Pêssach. Assim sendo, queremos vincular nossa consciência à consciência do Criador, a aqueles pensamentos que o Criador tem para nós todas as manhãs quando acordamos, sabendo que mesmo se nós falhamos ou cometemos um erro, o Criador está recalculando nosso dia para que haja uma vez mais um caminho para a Luz e bênçãos.

Então, nosso ponto de partida ao chegar a Pêssach é dizer ao Criador: “Eu sei que Você está constantemente pensando em maneiras de trazer Luz e bênçãos para mim, e eu quero viver constantemente conectado a Seus pensamentos.” Por que é tão importante ter esta consciência durante Pêssach? Porque não há outro dia do ano em que os portões estejam tão amplamente abertos para nós para atrair o que queremos ou precisamos, sem precisar merecer.

Pêssach, nas palavras do grande kabalista Rav Avraham Azulai, é um presente. Em Pêssach, todos os portões possíveis estão abertos para nós, para recebermos o que está faltando, para receber Luz e bênçãos em qualquer área de nossa vida. Mas para que recebamos essas coisas, temos que nos comprometer a viver com os pensamentos do Criador.

Isto é um ensinamento não apenas para Pêssach, mas também de Pêssach em diante em todos os dias de nossas vidas. Podemos avançar desde Pêssach constantemente conscientes que o Criador está pensando em nós cada segundo de cada dia, recalculando sempre que tomamos a curva errada para nos trazer de volta para uma oportunidade na qual podemos obter aquela bênçãos ou aquela Luz. E se formos honestos com nós mesmos, não importa quão espirituais sejamos, quando acordamos de manhã, mesmo se fazemos nossas conexões, constantemente esquecemos que há uma fonte muito mais poderosa que está pensando em nosso benefício.

Não é apenas nós tentando nos conectar e trazer bênçãos a nossa vida; há uma Luz inacreditável que pode achar respostas para tudo. E a forma de conectar a essas respostas e essa orientação é saber que está disponível e acontecendo.

Esta não é uma lição que nós simplesmente queremos apenas ouvir. É uma lição para mudar nossas vidas. Estar conectados aos pensamentos constantes do Criador para nós está disponível, e se nós realmente entendermos isso, é extremamente inspirador e poderoso. Podemos avançar, começando cada dia pedindo para nos conectar aos pensamentos do Criador para nós, dizendo: “Eu quero, hoje, vincular minha consciência, mente e essência aos pensamentos do Criador, especialmente aos pensamentos constantes que o Criador está tendo para meu benefício.” Em Pêssach, se nos comprometermos, desejarmos e pedirmos por isso, podemos vincular nossa consciência e pensamentos aos pensamentos constantes do Criador para nós, não somente durante Pêssach, mas sempre.

 

→ clique aqui para ler outros artigos de Michael Berg

 

Cursos, Seminário e Eventos

Ferramentas Kabalísticas

Astrologia Kabalística

Os conhecimentos adquiridos a partir da leitura de um mapa...

Zohar

O Universo não começou com um átomo ou uma partícula...

72 Nomes

Os 72 Nomes de Deus não são nomes no sentido comum, são 72...

Ana Bekoach

O Ana Bekoach é talvez a oração mais poderosa de todo o...

Meditacão de Proteção

O que há de tão importante em uma simples fita vermelha...