O que é Kabbalah?

Depoimentos

“Sinto-me imensamente privilegiada e profundamente agradecida por fazer parte da geração alcançada pela luz através da Kab

Como começar?

Conheça os 3 passos para iniciar o estudo da Kabbalah:

Consciência Semanal

No capítulo de Ki Tavo, lemos muito sobre bênçãos e maldições. Enquanto as bênçãos foram derramadas na montanha de Gerizim, as maldições foram dadas no Monte Ebal. Por acaso, amo essa porção e as lições que ela contém, que são muitas - mas a pergunta que mais recebo dos alunos nesta semana é: Como posso me conectar com as bênçãos e não com as maldições?

Costumo dizer que bênçãos e maldições são dois lados da mesma moeda. Em qualquer situação, existe escuridão e existe Luz. Por exemplo, todos ouvimos sobre a pessoa que pensava que sua boa sorte fosse ganhar na loteria e, no entanto, com mais dinheiro, muitas vezes surgem mais problemas. Por outro lado, eu conheci famílias em que alguém vivenciou uma doença grave e, no entanto, ela as aproximou ainda mais, tornou-as muito mais fortes do que nunca.

Veja, não existe uma situação (ou uma pessoa, nesse caso) que seja completamente boa ou totalmente má. Para tudo, existe um pouco de Gerizim e um pouco de Ebal. Com o que escolhemos nos conectar, depende da nossa consciência.

É por isso que “certeza” é um termo que ouviremos inúmeras vezes no Kabbalah Centre. Ter certeza é saber que tudo o que experienciamos é para o bem maior, para nosso máximo benefício. As dádivas que recebemos na vida nos são dadas para desfrutarmos e compartilharmos com os outros. Os desafios são para nos ensinar, para nos tornar mais fortes e nos aproximar da Luz. O “bem” não estava lá nessas duas  montanhas? Com certeza, podemos chegar a uma bela conclusão de que a maior bênção de todas é a habilidade de ver tudo como uma bênção.

Estamos a apenas duas semanas de Rosh Hashaná, e não é por acaso que há uma  energia palpável no universo neste momento que pode nos ajudar a ver a mão de Deus em tudo. Que dádiva maravilhosa recebemos nestes dias. Vamos aproveitar esse período, olhando para as situações em nossa vida que parecem sombrias - podem ser desafios que estamos enfrentando atualmente ou situações do nosso passado (nossa infância, talvez) - e enxergar a inspiração de uma força divina, um plano maior.

Vamos perguntar: Onde está a Luz nisso? O que eu devo fazer? Eu aprendi com isso? Eu me fortaleci, ou ainda posso me fortalecer, com isso? Se é uma dor que alguém nos infligiu, talvez a pergunta seja: Como posso estabelecer limites para não permitir que isso ocorra novamente? Ou: estou fazendo o mesmo para alguém de uma outra maneira?

Esses são apenas alguns exemplos, mas ao fazer esse tipo de pergunta nesta semana, podemos alcançar um lugar de compreensão: “Sim, esta situação tem sido difícil, mas eu mudei e sou o melhor para isso”.

→ clique aqui para ler outros artigos de Karen Berg

 

Cursos, Seminário e Eventos

Ferramentas Kabalísticas

Astrologia Kabalística

Os conhecimentos adquiridos a partir da leitura de um mapa...

Zohar

O Universo não começou com um átomo ou uma partícula...

72 Nomes

Os 72 Nomes de Deus não são nomes no sentido comum, são 72...

Ana Bekoach

O Ana Bekoach é talvez a oração mais poderosa de todo o...

Meditacão de Proteção

O que há de tão importante em uma simples fita vermelha...