A Remoção do Julgamento | por Michael Berg

Como sabemos que não existem coincidências, deve haver algo sobre a Luz e os ensinamentos nas porções da Torah que lemos durante o Ben Hametzarim,  as “três semanas negativas”, que podem nos ajudar durante esse período. Embora estas três semanas historicamente tenham sido negativas e difíceis, os kabalistas ensinam que na maior escuridão existe o potencial de maior Luz. Portanto, como nós iremos revelar essa grande Luz durante este período é o que devemos aprender e para isso, iremos receber assistência  neste Shabat através da porção Matot.

A porção Matot trata de votos, não simplesmente como fazer um voto, mas como cancelar um voto. O que um voto significa aqui? Significa a maneira imutável como decidimos ver uma situação ou pessoa e como escolhemos, então, nos comportar sempre em relação a esse indivíduo. Por exemplo, digamos que alguém tenha feito algo para nós que nos causou danos, por isso fizemos a opção de sempre ver a pessoa negativamente e juramos que nossa raiva ou desejo de vingança para com ela permanecerão para sempre. Se vivemos assim, se decidimos sobre uma situação ou indivíduo que é assim, e é quem ele é e nós nunca o perdoaremos, estamos vivendo nosso voto – e, então, estamos direcionando a negatividade para ele.

Por causa da maneira como o sistema espiritual funciona, se fizermos algo negativo,

então essa negatividade vai voltar para a nossa vida de alguma forma. Aprendemos na Kabbalah que, da mesma maneira que nos comportamos, a Luz do Criador se comportará conosco; portanto, se permitirmos anular nossos votos, ou seja, removermos o ruído ou o julgamento que colocamos sobre os outros, então o julgamento que poderia entrar em nossas vidas também será anulado e removido. Assim, mesmo que um indivíduo tenha negatividade ou escuridão que deva ir para ele, se ele se comportar de uma maneira que cancele seus votos, então qualquer julgamento que se destina a vir dos Mundos Superiores também é cancelado. Como tal, quais são as coisas práticas que precisamos fazer para nos conectar ao nível de anular nossos votos? Como podemos ter certeza de que qualquer julgamento em potencial não se manifestará?

Nós podemos impedir que uma potencial negatividade venha até nós deixando de lado a negatividade que nós sentimos que foi feita para nós. Nós dizemos: "Eu abro mão da escuridão que foi feita contra mim, essa negatividade que foi feita contra mim, e abro mão deste voto que tenho para com essa pessoa ou situação". Anulando os votos, nós estamos essencialmente dizendo: "Vou me comportar dessa maneira, deixando de lado a negatividade feita contra mim, e quero que a Luz do Criador também se comporte comigo removendo qualquer tipo de julgamento que esteja vindo para mim".

Esse cancelamento de votos é particularmente importante durante estas três semanas, porque os kabalistas ensinam que a origem de qualquer tipo de julgamento ou escuridão que se manifestará na vida de um indivíduo vem desse período. Não é só que estas semanas podem ser potencialmente difíceis: elas são realmente o lugar do qual a escuridão entra em nossas vidas. Se tivermos feito coisas que voltarão como algum tipo de julgamento em nossas vidas, esse julgamento receberá sua energia durante esse período. No entanto, o que fazemos nestas três semanas também pode nos permitir eliminar essa escuridão potencial de se manifestar em nossas vidas neste ano. E é por isso que temos a porção Matot, que lida com o cancelamento dos votos.

Durante este período, portanto, não será uma coincidência se surgir um indivíduo ou uma situação que quase nos obrigue a fazer um voto, a viver de uma maneira que diz: "Essa pessoa, ou esta situação, é negativa para mim, e eu juro nunca mudar essa opinião".

Porque se está aparecendo em nossas vidas agora, isso significa que estamos tendo a oportunidade de deixar essa negatividade para que o julgamento possa ser deixado de lado. Quando essas oportunidades surgem, precisamos nos esforçar para abrir mão delas, de modo que qualquer julgamento que esteja esperando por nós também possa ser liberado.

Se pudermos, durante o período das três semanas negativas, anular nossos votos – abrir mão de sejam quais forem as decisões finais negativas que tenhamos feito sobre uma pessoa ou situação –, então forçaremos qualquer tipo de julgamento que deva entrar em nossas vidas a ser removido também. Uma vez que qualquer possível escuridão ou negatividade que venha a ocorrer por nossas próprias ações recebe sua energia dessas três semanas, a assistência para anular nossos votos é um tremendo presente que recebemos no Shabat Matot. Abrindo mão, mudando nossa opinião sobre um indivíduo ou situação, somos capazes de forçar qualquer tipo de julgamento a nos deixar.

 

clique aqui para ler outros artigos de Michael Berg

 

Como sabemos que não existem coincidências, deve haver algo sobre a Luz e os ensinamentos nas porções da Torah que lemos durante o Ben Hametzarim,  as “três semanas negativas”, que podem nos ajudar durante esse período. Embora estas três semanas historicamente tenham sido negativas e difíceis, os kabalistas ensinam que na maior escuridão existe o potencial de maior Luz. Portanto, como nós iremos revelar essa grande Luz durante este período é o que devemos aprender e para isso, iremos receber assistência  neste Shabat através da porção Matot.

A porção Matot trata de votos, não simplesmente como fazer um voto, mas como cancelar um voto. O que um voto significa aqui? Significa a maneira imutável como decidimos ver uma situação ou pessoa e como escolhemos, então, nos comportar sempre em relação a esse indivíduo. Por exemplo, digamos que alguém tenha feito algo para nós que nos causou danos, por isso fizemos a opção de sempre ver a pessoa negativamente e juramos que nossa raiva ou desejo de vingança para com ela permanecerão para sempre. Se vivemos assim, se decidimos sobre uma situação ou indivíduo que é assim, e é quem ele é e nós nunca o perdoaremos, estamos vivendo nosso voto – e, então, estamos direcionando a negatividade para ele.

Por causa da maneira como o sistema espiritual funciona, se fizermos algo negativo,

então essa negatividade vai voltar para a nossa vida de alguma forma. Aprendemos na Kabbalah que, da mesma maneira que nos comportamos, a Luz do Criador se comportará conosco; portanto, se permitirmos anular nossos votos, ou seja, removermos o ruído ou o julgamento que colocamos sobre os outros, então o julgamento que poderia entrar em nossas vidas também será anulado e removido. Assim, mesmo que um indivíduo tenha negatividade ou escuridão que deva ir para ele, se ele se comportar de uma maneira que cancele seus votos, então qualquer julgamento que se destina a vir dos Mundos Superiores também é cancelado. Como tal, quais são as coisas práticas que precisamos fazer para nos conectar ao nível de anular nossos votos? Como podemos ter certeza de que qualquer julgamento em potencial não se manifestará?

Nós podemos impedir que uma potencial negatividade venha até nós deixando de lado a negatividade que nós sentimos que foi feita para nós. Nós dizemos: "Eu abro mão da escuridão que foi feita contra mim, essa negatividade que foi feita contra mim, e abro mão deste voto que tenho para com essa pessoa ou situação". Anulando os votos, nós estamos essencialmente dizendo: "Vou me comportar dessa maneira, deixando de lado a negatividade feita contra mim, e quero que a Luz do Criador também se comporte comigo removendo qualquer tipo de julgamento que esteja vindo para mim".

Esse cancelamento de votos é particularmente importante durante estas três semanas, porque os kabalistas ensinam que a origem de qualquer tipo de julgamento ou escuridão que se manifestará na vida de um indivíduo vem desse período. Não é só que estas semanas podem ser potencialmente difíceis: elas são realmente o lugar do qual a escuridão entra em nossas vidas. Se tivermos feito coisas que voltarão como algum tipo de julgamento em nossas vidas, esse julgamento receberá sua energia durante esse período. No entanto, o que fazemos nestas três semanas também pode nos permitir eliminar essa escuridão potencial de se manifestar em nossas vidas neste ano. E é por isso que temos a porção Matot, que lida com o cancelamento dos votos.

Durante este período, portanto, não será uma coincidência se surgir um indivíduo ou uma situação que quase nos obrigue a fazer um voto, a viver de uma maneira que diz: "Essa pessoa, ou esta situação, é negativa para mim, e eu juro nunca mudar essa opinião".

Porque se está aparecendo em nossas vidas agora, isso significa que estamos tendo a oportunidade de deixar essa negatividade para que o julgamento possa ser deixado de lado. Quando essas oportunidades surgem, precisamos nos esforçar para abrir mão delas, de modo que qualquer julgamento que esteja esperando por nós também possa ser liberado.

Se pudermos, durante o período das três semanas negativas, anular nossos votos – abrir mão de sejam quais forem as decisões finais negativas que tenhamos feito sobre uma pessoa ou situação –, então forçaremos qualquer tipo de julgamento que deva entrar em nossas vidas a ser removido também. Uma vez que qualquer possível escuridão ou negatividade que venha a ocorrer por nossas próprias ações recebe sua energia dessas três semanas, a assistência para anular nossos votos é um tremendo presente que recebemos no Shabat Matot. Abrindo mão, mudando nossa opinião sobre um indivíduo ou situação, somos capazes de forçar qualquer tipo de julgamento a nos deixar.

 

clique aqui para ler outros artigos de Michael Berg