A Voz Interior | por Karen Berg

Desde o momento em que chegamos ao mundo, contamos com os outros para nos cuidar e guiar. Nossos pais ou nossos mentores estão aqui para serem nossos primeiros professores,  ensinando-nos como andar, falar e comer. Se tivermos sorte, nossos pais ou tutores ensinarão como nos comportar neste mundo também, oferecendo-nos aulas de como devemos conduzir e conviver com os outros em sociedade. À medida que amadurecemos, temos professores na escola que muitas vezes exercem um papel vital em nosso desenvolvimento.

Alguns de nós encontram mentores para nos inspirar e nos dar a força que precisamos em tempos difíceis. Em nossas carreiras, somos colocados sob as asas de nossos superiores, que nos preparam na busca por futuras posições. A vida é uma série de aprendizados com os outros, e então passar o que aprendemos para a geração seguinte. Esta é a grande continuidade da vida. A sabedoria passa de um ouvido para outro por milhares de anos.

Somos capazes de prosperarmos e desenvolvermos-nos como sociedade, porque estamos abertos a ouvir e aprender com os outros. Quanto mais estivermos abertos para aprender com os outros e ouvir as mensagens a nossa volta, mais nos desenvolveremos espiritualmente. Felizmente, para todos, mesmo além da adolescência, tempo de escola e na carreira, ansiamos por mais sabedoria. Procuramos a ajuda de terapeutas, boa literatura, escrituras, clérigos, xamãs, professores de espiritualidade e poderemos encontrar a maior sabedoria de todas por meio de nossos cônjuges e pessoas que são importantes para nós.

A estrada da vida é pavimentada pelas mensagens dos outros, mensagens do Universo, e o mais importante, mensagens de nossos próprios corações. Nesta semana, temos a oportunidade para a grandeza, caso estejamos abertos para a sabedoria existente em torno de nós. Nesta semana, brilhamos e alcançamos nosso potencial, simplesmente por usar nossos ouvidos para escutar a voz do Criador, que vem a nós por meio das pessoas que nos rodeiam e de nosso próprio interior.

Nosso guia espiritual e inspiração desta semana vem de uma das minhas porções pessoais favoritas da Bíblia: Yitro. Yitro é Jetro em hebraico e é o nome do sogro de Moisés. Assim como cada história da Bíblia, não é uma história sobre pessoas do passado, mas uma história sobre nós mesmos. Yitro é

cada um de nós. A porção de Yitro fala de sua iluminação e elevação espiritual. Yitro ouviu sobre o milagre da saída dos israelitas do Egito. Ele ouviu sobre as pragas, a abertura do Mar Vermelho e o sucesso na guerra com Amalek. Era um indivíduo singular, pois estava aberto para ouvir sobre as maravilhas do Criador e se inspirar para iniciar um caminho espiritual em direção a Ele. Yitro procurou por Moisés e se tornou um devoto. Yitro é, em última análise, a história de uma conversão, de uma pessoa que decidiu deixar um caminho e começar um outro. Esta porção é encontrada no mês de Aquário, porque trabalha em sinergia com ele, ajudando-nos a iniciar um novo despertar.

Recebemos o poder de impulsionar a nós mesmos, deixando um modo de pensar comum, removendo a venda de nossos olhos e os tampões de nossos ouvidos de forma que possamos ouvir e fazer algo novo. O começo da porção afirma: “Agora Jetro… ouviu sobre todas as coisas feitas por Deus…” Seria o resto do mundo surdo e somente Yitro podia ouvir? Os outros ouviram sobre o milagre do Êxodo do Egito? A resposta é sim, todos ao redor do mundo haviam escutado sobre os milagres, mas somente Yitro realmente escutou. Foi Yitro que ouviu as maravilhas do Criador e quis se unir a Moisés e aos israelitas.

A história continua contando mais sobre a importância de ouvir. Yitro aconselha Moisés sobre como cuidar de forma mais eficiente dos israelistas, bem como a forma de aconselhá-los. Ao invés dele mesmo aconselhar diretamente a todos, Moisés deveria ensinar outros a aconselhar também, assim eles poderiam dar assistência e aliviar sua carga de trabalho. Moisés estava aberto para escutar o conselho de Yitro e implementou este sistema, assegurando maior sucesso e viabilidade para o futuro. Neste ponto da história, Moisés conduz os israelitas ao Monte Sinai, onde o próprio Criador faz Seu discurso oficial aos israelitas. Isto marcou o passo seguinte no caminho espiritual dos israelitas e sua elevação.

O Criador revelaria a eles os Dez Pronunciamentos, também conhecidos como os Dez Mandamentos. As dez diretrizes são o manual de instruções espirituais para se viver, que traz a toda a humanidade a realização, prosperidade e a chegada a nossa Terra Prometida. Os israelitas estavam abertos para ouvir a palavra do Criador. Eles responderam: “Faremos tudo o que o Senhor disse.” Desejavam ser humildes, estar abertos e aprender, e estavam prontos para seguir uma Lógica Superior.

Os israelitas, finalmente, encontraram o Criador, seu mestre, mentor e guia. Tinham o desejo de aprender, de escutar e de crescer. Por causa de sua humildade e vontade, neste momento específico, eles alcançaram o mais elevado nível de iluminação que a humanidade jamais teve. Pois no momento em que os Dez Pronunciamentos foram revelados, toda forma de morte foi removida das pessoas e a imortalidade foi alcançada. Por estarem  desejosos de ouvir e realmente escutar o Criador, os israelitas puderam ascender a este nível, removendo a morte do mundo inteiro.

Muitas vezes, na vida, pessoas que nos amam contam coisas centenas de vezes, mas simplesmente escolhemos não escutar. Pensamos que sabemos mais. E talvez algumas vezes saibamos. Talvez tenhamos um sentimento sobre uma certa situação ou pessoa, mas escolhemos ignorá-lo, apenas para descobrir depois que deveríamos ter escutado nossos instintos.

A vida é um equilíbrio entre escutar a sabedoria dos outros e a sabedoria de nossos próprios corações. Nesta jornada em que constantemente recebemos a orientação de nosso amado Criador, fica em nossas mãos se escolhemos ouvir, escutar e seguir. A voz do Criador não virá ao pé de uma montanha com fumaça e trombetas, como foi para nossos ancestrais, milhares de anos atrás. As mensagens virão às vezes, da boca dos outros. Nossas mensagens podem vir de nossos próprios amigos, família, mentores, professores e até de pessoas que podemos encontrar na rua. Além disso, o mais importante é que a maior voz de todas vem do nosso próprio interior. Ouvimos esta voz somente quando estamos quietos e abertos o suficiente.

Desta maneira, estamos destinados à grandeza, não porque sejamos brilhantes, mas porque desejamos ouvir as respostas. Como o Rei David advertiu: “Eles têm ouvidos, mas não escutam.” O Cântico dos Cânticos afirma: “Abra para Mim uma abertura do tamanho da ponta de uma agulha e Eu abrirei a você os Portões da Eternidade.”

 

Nesta semana, em suas meditações, permita-se estar aberto para ver um novo caminho. Como Yitro e os israelitas, embarcamos numa jornada espiritual mais profunda e verdadeira. Rebelamo-nos contra nosso status quo e tecemos o futuro com uma nova visão, com o chamado do coração. Encontre tempo esta semana para procurar a quietude e volte-se para dentro para descobrir que mensagens estão sendo sussurradas a você. Busque o silêncio para ouvir melhor. Feche seus olhos para poder ver mais. Não é uma questão se o Criador está falando ou não com você. Não é uma questão se as pessoas a sua volta estão ou não lhe mandando mensagens. Não é uma questão se os seus anjos estão ou não guiando você. A questão é se você escolhe escutar ou não.

 

→ clique aqui para ler outros artigos de Karen Berg

 

Desde o momento em que chegamos ao mundo, contamos com os outros para nos cuidar e guiar. Nossos pais ou nossos mentores estão aqui para serem nossos primeiros professores,  ensinando-nos como andar, falar e comer. Se tivermos sorte, nossos pais ou tutores ensinarão como nos comportar neste mundo também, oferecendo-nos aulas de como devemos conduzir e conviver com os outros em sociedade. À medida que amadurecemos, temos professores na escola que muitas vezes exercem um papel vital em nosso desenvolvimento.

Alguns de nós encontram mentores para nos inspirar e nos dar a força que precisamos em tempos difíceis. Em nossas carreiras, somos colocados sob as asas de nossos superiores, que nos preparam na busca por futuras posições. A vida é uma série de aprendizados com os outros, e então passar o que aprendemos para a geração seguinte. Esta é a grande continuidade da vida. A sabedoria passa de um ouvido para outro por milhares de anos.

Somos capazes de prosperarmos e desenvolvermos-nos como sociedade, porque estamos abertos a ouvir e aprender com os outros. Quanto mais estivermos abertos para aprender com os outros e ouvir as mensagens a nossa volta, mais nos desenvolveremos espiritualmente. Felizmente, para todos, mesmo além da adolescência, tempo de escola e na carreira, ansiamos por mais sabedoria. Procuramos a ajuda de terapeutas, boa literatura, escrituras, clérigos, xamãs, professores de espiritualidade e poderemos encontrar a maior sabedoria de todas por meio de nossos cônjuges e pessoas que são importantes para nós.

A estrada da vida é pavimentada pelas mensagens dos outros, mensagens do Universo, e o mais importante, mensagens de nossos próprios corações. Nesta semana, temos a oportunidade para a grandeza, caso estejamos abertos para a sabedoria existente em torno de nós. Nesta semana, brilhamos e alcançamos nosso potencial, simplesmente por usar nossos ouvidos para escutar a voz do Criador, que vem a nós por meio das pessoas que nos rodeiam e de nosso próprio interior.

Nosso guia espiritual e inspiração desta semana vem de uma das minhas porções pessoais favoritas da Bíblia: Yitro. Yitro é Jetro em hebraico e é o nome do sogro de Moisés. Assim como cada história da Bíblia, não é uma história sobre pessoas do passado, mas uma história sobre nós mesmos. Yitro é

cada um de nós. A porção de Yitro fala de sua iluminação e elevação espiritual. Yitro ouviu sobre o milagre da saída dos israelitas do Egito. Ele ouviu sobre as pragas, a abertura do Mar Vermelho e o sucesso na guerra com Amalek. Era um indivíduo singular, pois estava aberto para ouvir sobre as maravilhas do Criador e se inspirar para iniciar um caminho espiritual em direção a Ele. Yitro procurou por Moisés e se tornou um devoto. Yitro é, em última análise, a história de uma conversão, de uma pessoa que decidiu deixar um caminho e começar um outro. Esta porção é encontrada no mês de Aquário, porque trabalha em sinergia com ele, ajudando-nos a iniciar um novo despertar.

Recebemos o poder de impulsionar a nós mesmos, deixando um modo de pensar comum, removendo a venda de nossos olhos e os tampões de nossos ouvidos de forma que possamos ouvir e fazer algo novo. O começo da porção afirma: “Agora Jetro… ouviu sobre todas as coisas feitas por Deus…” Seria o resto do mundo surdo e somente Yitro podia ouvir? Os outros ouviram sobre o milagre do Êxodo do Egito? A resposta é sim, todos ao redor do mundo haviam escutado sobre os milagres, mas somente Yitro realmente escutou. Foi Yitro que ouviu as maravilhas do Criador e quis se unir a Moisés e aos israelitas.

A história continua contando mais sobre a importância de ouvir. Yitro aconselha Moisés sobre como cuidar de forma mais eficiente dos israelistas, bem como a forma de aconselhá-los. Ao invés dele mesmo aconselhar diretamente a todos, Moisés deveria ensinar outros a aconselhar também, assim eles poderiam dar assistência e aliviar sua carga de trabalho. Moisés estava aberto para escutar o conselho de Yitro e implementou este sistema, assegurando maior sucesso e viabilidade para o futuro. Neste ponto da história, Moisés conduz os israelitas ao Monte Sinai, onde o próprio Criador faz Seu discurso oficial aos israelitas. Isto marcou o passo seguinte no caminho espiritual dos israelitas e sua elevação.

O Criador revelaria a eles os Dez Pronunciamentos, também conhecidos como os Dez Mandamentos. As dez diretrizes são o manual de instruções espirituais para se viver, que traz a toda a humanidade a realização, prosperidade e a chegada a nossa Terra Prometida. Os israelitas estavam abertos para ouvir a palavra do Criador. Eles responderam: “Faremos tudo o que o Senhor disse.” Desejavam ser humildes, estar abertos e aprender, e estavam prontos para seguir uma Lógica Superior.

Os israelitas, finalmente, encontraram o Criador, seu mestre, mentor e guia. Tinham o desejo de aprender, de escutar e de crescer. Por causa de sua humildade e vontade, neste momento específico, eles alcançaram o mais elevado nível de iluminação que a humanidade jamais teve. Pois no momento em que os Dez Pronunciamentos foram revelados, toda forma de morte foi removida das pessoas e a imortalidade foi alcançada. Por estarem  desejosos de ouvir e realmente escutar o Criador, os israelitas puderam ascender a este nível, removendo a morte do mundo inteiro.

Muitas vezes, na vida, pessoas que nos amam contam coisas centenas de vezes, mas simplesmente escolhemos não escutar. Pensamos que sabemos mais. E talvez algumas vezes saibamos. Talvez tenhamos um sentimento sobre uma certa situação ou pessoa, mas escolhemos ignorá-lo, apenas para descobrir depois que deveríamos ter escutado nossos instintos.

A vida é um equilíbrio entre escutar a sabedoria dos outros e a sabedoria de nossos próprios corações. Nesta jornada em que constantemente recebemos a orientação de nosso amado Criador, fica em nossas mãos se escolhemos ouvir, escutar e seguir. A voz do Criador não virá ao pé de uma montanha com fumaça e trombetas, como foi para nossos ancestrais, milhares de anos atrás. As mensagens virão às vezes, da boca dos outros. Nossas mensagens podem vir de nossos próprios amigos, família, mentores, professores e até de pessoas que podemos encontrar na rua. Além disso, o mais importante é que a maior voz de todas vem do nosso próprio interior. Ouvimos esta voz somente quando estamos quietos e abertos o suficiente.

Desta maneira, estamos destinados à grandeza, não porque sejamos brilhantes, mas porque desejamos ouvir as respostas. Como o Rei David advertiu: “Eles têm ouvidos, mas não escutam.” O Cântico dos Cânticos afirma: “Abra para Mim uma abertura do tamanho da ponta de uma agulha e Eu abrirei a você os Portões da Eternidade.”

 

Nesta semana, em suas meditações, permita-se estar aberto para ver um novo caminho. Como Yitro e os israelitas, embarcamos numa jornada espiritual mais profunda e verdadeira. Rebelamo-nos contra nosso status quo e tecemos o futuro com uma nova visão, com o chamado do coração. Encontre tempo esta semana para procurar a quietude e volte-se para dentro para descobrir que mensagens estão sendo sussurradas a você. Busque o silêncio para ouvir melhor. Feche seus olhos para poder ver mais. Não é uma questão se o Criador está falando ou não com você. Não é uma questão se as pessoas a sua volta estão ou não lhe mandando mensagens. Não é uma questão se os seus anjos estão ou não guiando você. A questão é se você escolhe escutar ou não.

 

→ clique aqui para ler outros artigos de Karen Berg