A Luz de Milagres  | por Karen Berg

A Luz é a energia do Criador. O Criador é a fonte de energia por trás de tudo no mundo. Do gigantesco sol que nasce todos os dias para iluminar nosso mundo, até a chama de uma vela que à noite remove a escuridão, a energia do Criador se manifesta em inúmeros presentes e milagres. Podemos ser capazes de viver por um tempo sem comida e água, mas sem a energia do Criador nós não conseguimos sobreviver nem por um segundo. A glória da Luz é a nossa dádiva esta semana.

Nesta semana, o evento cósmico da Luz, conhecido como Chanuká, brilha através do mundo, gerando a energia de milagres e maravilhas. Como acender uma vela em uma noite escura, o cosmo lança enorme quantidade de Luz no mundo. A mais poderosa energia do ano todo é agora revelada, e com ela vem o grande amor do Criador por cada um de nós. A escuridão da noite acaba e dá início à Luz de milagres.

Nosso guia específico para esta semana, a porção de Miketz, sempre está

 conectada com Chanuká e com a energia de milagres. Miketz quer dizer “no final”. A escuridão finalmente chega ao fim para nosso amigo José. Depois de anos de desafios e grandes dificuldades, lemos sobre o fim da noite escura na vida de José. Depois de ser vendido e traído pelos irmãos, falsamente acusado de um crime e enviado à prisão, José finalmente é libertado. Ele é chamado pelo Faraó, o Rei do Egito, para interpretar um sonho. A Bíblia nos diz, “Então o Faraó mandou chamar José e ele foi trazido rapidamente da masmorra.” Como o poder da luz, José surpreendeu e começou a brilhar. Por causa da conexão de José com o Criador, ele teve a habilidade de interpretar o sonho do Faraó e predizer a fome que viria.

Ele advertiu o Faraó e o aconselhou a criar um sistema de armazenamento de comida para prevenir a  fome de todos. Por causa disto, não só José foi libertado da prisão, mas lhe foi dado o maior posto de toda a terra. José se tornou o governador de todo o Egito e todo o dinheiro e poder fluiu através dele. José transformou-se de um escravo preso e empobrecido em um governador rico e poderoso, tudo em um instante. Como uma vela na escuridão, José, na velocidade da luz, elevou-se em sua glória. Ele foi capaz de salvar o mundo da fome, incluindo seu próprio pai e irmãos. José é a personificação da consciência positiva. Enquanto José estava na masmorra, ele estava totalmente no controle. Ele sempre manteve a certeza no poder do Criador. José é nosso canal para a mais elevada consciência que permite que a Luz do Criador entre neste mundo físico. É o canal que permite a entrada da Luz em nossas vidas.

A consciência de José entende que em um piscar de olhos, tudo pode mudar. É a consciência que sabe que a Luz do Criador pode fazer qualquer milagre acontecer, não importando o quão impossível possa parecer. Podemos realmente ser escravos em um momento e governadores em outro. Assim como a luz conquista a escuridão de um ambiente, também a Luz do Criador nos redime. Só precisamos estar abertos para lembrar e confiar no poder que o Criador tem de fazer isto.

Não é surpresa que a semana de Miketz e Chanuká coincidem. Eles são um e o mesmo. O cosmo se escancara esta semana permitindo que a Luz do Criador brilhe em nosso mundo e como José, nos traga o inesperado e o miraculoso. Como José manteve o poder da Luz em seu coração e mente, ele permitiu que bênçãos e boa fortuna entrassem em sua vida. Ele alcançou mente sobre a matéria e um verdadeiro milagre para si mesmo, o mundo e sua família. À medida que acendemos nossas menorás nesta semana, atraímos a mesma Luz para nossas vidas, removendo a escuridão de nossas próprias vidas pondo um fim a qualquer negatividade que estejamos enfrentando.

É uma das mais positivas e abençoadas semanas de todo o ano e a grande Luz do Criador brilha para cada um de nós em todo o mundo. Ao manter a consciência positiva de que o Criador nunca nos abandona e que há um plano para nosso bem maior, permitimos que a Luz de milagres flua.

Esta semana, nossa meditação vem a cada noite à medida que acendemos nossa menorá para Chanuká. A cada noite, quando a escuridão cobre o mundo, nós temos o presente e a grande oportunidade de remover a escuridão. Antes de acender, respire profundamente. Pause por um momento e aprecie a Luz que você está para criar para o mundo. A cada vela que acendemos, varremos a negatividade em nossos corações, casas e no mundo. A Luz instantaneamente preenche cada canto escuro. Colocamos um fim, de uma vez por todas, em qualquer julgamento e ódio dentro de nós. Permita-se ser tragado pela Luz.

Sinta o amor por toda a humanidade criado dentro de seu coração. Permita que sua vela interior seja acesa, enquanto fazemos um esforço para colocar um fim em todos os conflitos com os outros e ao invés disso escolher agir com dignidade humana e amor. É o amor pelos outros que nos permite amar o Criador e como resultado nos possibilita atrair Sua Luz em nossas vidas. A Luz de Milagres brilha esta semana, finalmente pondo um fim na escuridão de nossas vidas.

Desejo a você uma abençoada e alegre semana de amor, Luz e milagres.

 

→ clique aqui para ler outros artigos de Karen Berg

 

A Luz é a energia do Criador. O Criador é a fonte de energia por trás de tudo no mundo. Do gigantesco sol que nasce todos os dias para iluminar nosso mundo, até a chama de uma vela que à noite remove a escuridão, a energia do Criador se manifesta em inúmeros presentes e milagres. Podemos ser capazes de viver por um tempo sem comida e água, mas sem a energia do Criador nós não conseguimos sobreviver nem por um segundo. A glória da Luz é a nossa dádiva esta semana.

Nesta semana, o evento cósmico da Luz, conhecido como Chanuká, brilha através do mundo, gerando a energia de milagres e maravilhas. Como acender uma vela em uma noite escura, o cosmo lança enorme quantidade de Luz no mundo. A mais poderosa energia do ano todo é agora revelada, e com ela vem o grande amor do Criador por cada um de nós. A escuridão da noite acaba e dá início à Luz de milagres.

Nosso guia específico para esta semana, a porção de Miketz, sempre está

 conectada com Chanuká e com a energia de milagres. Miketz quer dizer “no final”. A escuridão finalmente chega ao fim para nosso amigo José. Depois de anos de desafios e grandes dificuldades, lemos sobre o fim da noite escura na vida de José. Depois de ser vendido e traído pelos irmãos, falsamente acusado de um crime e enviado à prisão, José finalmente é libertado. Ele é chamado pelo Faraó, o Rei do Egito, para interpretar um sonho. A Bíblia nos diz, “Então o Faraó mandou chamar José e ele foi trazido rapidamente da masmorra.” Como o poder da luz, José surpreendeu e começou a brilhar. Por causa da conexão de José com o Criador, ele teve a habilidade de interpretar o sonho do Faraó e predizer a fome que viria.

Ele advertiu o Faraó e o aconselhou a criar um sistema de armazenamento de comida para prevenir a  fome de todos. Por causa disto, não só José foi libertado da prisão, mas lhe foi dado o maior posto de toda a terra. José se tornou o governador de todo o Egito e todo o dinheiro e poder fluiu através dele. José transformou-se de um escravo preso e empobrecido em um governador rico e poderoso, tudo em um instante. Como uma vela na escuridão, José, na velocidade da luz, elevou-se em sua glória. Ele foi capaz de salvar o mundo da fome, incluindo seu próprio pai e irmãos. José é a personificação da consciência positiva. Enquanto José estava na masmorra, ele estava totalmente no controle. Ele sempre manteve a certeza no poder do Criador. José é nosso canal para a mais elevada consciência que permite que a Luz do Criador entre neste mundo físico. É o canal que permite a entrada da Luz em nossas vidas.

A consciência de José entende que em um piscar de olhos, tudo pode mudar. É a consciência que sabe que a Luz do Criador pode fazer qualquer milagre acontecer, não importando o quão impossível possa parecer. Podemos realmente ser escravos em um momento e governadores em outro. Assim como a luz conquista a escuridão de um ambiente, também a Luz do Criador nos redime. Só precisamos estar abertos para lembrar e confiar no poder que o Criador tem de fazer isto.

Não é surpresa que a semana de Miketz e Chanuká coincidem. Eles são um e o mesmo. O cosmo se escancara esta semana permitindo que a Luz do Criador brilhe em nosso mundo e como José, nos traga o inesperado e o miraculoso. Como José manteve o poder da Luz em seu coração e mente, ele permitiu que bênçãos e boa fortuna entrassem em sua vida. Ele alcançou mente sobre a matéria e um verdadeiro milagre para si mesmo, o mundo e sua família. À medida que acendemos nossas menorás nesta semana, atraímos a mesma Luz para nossas vidas, removendo a escuridão de nossas próprias vidas pondo um fim a qualquer negatividade que estejamos enfrentando.

É uma das mais positivas e abençoadas semanas de todo o ano e a grande Luz do Criador brilha para cada um de nós em todo o mundo. Ao manter a consciência positiva de que o Criador nunca nos abandona e que há um plano para nosso bem maior, permitimos que a Luz de milagres flua.

Esta semana, nossa meditação vem a cada noite à medida que acendemos nossa menorá para Chanuká. A cada noite, quando a escuridão cobre o mundo, nós temos o presente e a grande oportunidade de remover a escuridão. Antes de acender, respire profundamente. Pause por um momento e aprecie a Luz que você está para criar para o mundo. A cada vela que acendemos, varremos a negatividade em nossos corações, casas e no mundo. A Luz instantaneamente preenche cada canto escuro. Colocamos um fim, de uma vez por todas, em qualquer julgamento e ódio dentro de nós. Permita-se ser tragado pela Luz.

Sinta o amor por toda a humanidade criado dentro de seu coração. Permita que sua vela interior seja acesa, enquanto fazemos um esforço para colocar um fim em todos os conflitos com os outros e ao invés disso escolher agir com dignidade humana e amor. É o amor pelos outros que nos permite amar o Criador e como resultado nos possibilita atrair Sua Luz em nossas vidas. A Luz de Milagres brilha esta semana, finalmente pondo um fim na escuridão de nossas vidas.

Desejo a você uma abençoada e alegre semana de amor, Luz e milagres.

 

→ clique aqui para ler outros artigos de Karen Berg