O que é Kabbalah?

Depoimentos

“Sinto-me imensamente privilegiada e profundamente agradecida por fazer parte da geração alcançada pela luz através da Kab

Como começar?

Conheça os 3 passos para iniciar o estudo da Kabbalah:

Consciência Semanal

Cada um de nós veio a este mundo para um propósito especial. O Criador nos fez por alguma razão, pois nada nesta vida é em vão. Como pequenos pássaros que deixam o ninho, estamos aqui para abrir nossas asas e começar nossa jornada especial. Para alguns, a vida pode ser uma montanha-russa de eventos, como se aparentemente não houvesse parada. Para outros, a vida é simples e quieta, com pouca fanfarra. Cada uma de nossas jornadas é diferente, mas há um fio em comum que une a todas. Mesmo que nossas jornadas de vida possam começar em milhões de diferentes lugares no mundo, e que nós emergimos de diferentes formações, etnias e credos, todos nós partilhamos da mesma e autêntica missão de fé no coração. Todos nós estamos fazendo a jornada em direção à descoberta de nossas almas - o espírito interior. A descoberta de nossa alma é a ativação do Criador dentro de nós. Essa é nossa experiência humana compartilhada.

Embora cada um de nós possua histórias vastamente diferentes, nossa história interna permanece a mesma. Nesta semana, somos guiados e ajudados a dar novos passos em direção à descoberta de nossa alma - nossa mais verdadeira missão na vida. Fomos colocados neste mundo físico para ajudar nesta sagrada missão. Pois é somente aceitando a jornada neste mundo físico que seremos capazes de descobrir a jornada para o mundo interior.

Nosso apoio cósmico desta semana é a Porção de Vayetze. Vayetze significa “sair”.  Situada no ápice do mês de Sagitário, somos encorajados a “sair” e abraçar nossa jornada espiritual. Na porção de Vayetze, nosso pai espiritual, Jacó, sai de sua terra e embarca em sua jornada, e consequentemente revela para nós a nossa própria jornada. Nós lemos como Jacó primeiro estabelece uma conexão com o Criador e pede por Sua assistência. Jacó reza por proteção e para ser guiado pelo Criador desde o começo. A linda e conhecida visão da “Escada de Jacó” é encontrada em Vayetze, onde Jacó vê uma rede dos anjos do Criador subindo e descendo entre os mundos físico e espiritual. Jacó, por meio de suas meditações e orações, consegue se conectar com seus anjos da guarda para assisti-lo. Jacó então encontra Raquel e se apaixona por ela. Raquel representa todas as coisas belas e maravilhosas deste mundo que podemos usufruir.

No entanto, os bens materiais podem nos fazer ficar apegados, se permitirmos que isso aconteça e nos distrairmos da descoberta interior.  Após conhecer e se apaixonar por Raquel, Jacó encontra a irmã dela, Léa, que representa o mundo espiritual. Assim como todos nós, Jacó está entre dois mundos: o mundo físico e o mundo espiritual. Esta é a jornada que todos enfrentamos e o equilíbrio pelo qual devemos procurar alcançar. Jacó, de início, não quis se unir a Léa, mas ele sabia que havia nascido para descobrir mais do que somente o mundo físico que Raquel representava. Jacó sabia que sua alma precisava ser descoberta. Jacó inicia uma relação especial com Léa, onde é capaz de desenvolver sua Luz Espiritual e aprender a ser um ser que compartilha e que doa.

Durante todo o tempo, simultaneamente, mantendo um relacionamento com seu grande amor, Raquel, que representa este mundo físico no qual a jornada acontece.  Jacó acabou sendo o pai das 12 tribos de Israel, através das quais ele foi capaz de elevar-se e controlar a influência dos 12 signos do Zodíaco. Sua descoberta espiritual com Léa e Raquel deu a ele o domínio sobre o mundo físico. Como uma mão controlando a sombra projetada no chão, Jacó foi capaz de alcançar o poder da mente sobre a matéria, que é o objetivo que cada um de nós nascemos para alcançar.

A evolução de Jacó na espiritualidade enquanto vivia neste mundo é a história de cada um de nós. A cada semana, não lemos sobre personagens do passado, mas lemos sobre nossas próprias vidas. Nascemos em um mundo maravilhoso, cheio de grandes  prazeres e diversão, mas são eles a única razão pela qual viemos para este mundo? Dizem que Buda deixou sua formação privilegiada como o filho do Rei para descobrir os segredos da vida e seu propósito. Ele poderia se satisfazer com sua riqueza, mas, ao invés disto, ouviu aquela pequena voz interior. Ele decidiu fazer a viagem para descobrir o propósito da vida. Nosso patriarca, Jacó, nos dá o poder para fazer exatamente a mesma coisa. Podemos viver 70 anos como se tivéssemos vivido apenas um dia.

Mas, em contrapartida, quando seguimos nosso próprio caminho espiritual, nós podemos viver um único dia como se fossem 70 anos. É sempre uma questão de se e quando escolhemos começar. Há uma faísca do Criador em cada um de nós, que está esperando para ser encontrada e acesa. Vivemos em um mundo em que precisamos buscar o equilíbrio entre o quão longe viajamos externa e internamente. Precisamos encontrar o equilíbrio entre o físico e o espiritual, e do receber e do compartilhar. Nossos corpos têm a necessidade de receber constantemente, enquanto nossos espíritos queimam com o Desejo de Compartilhar e dar aos outros. Nossa Luz Interior anseia em ajudar aos que necessitam e dar nosso amor uns aos outros.

Nós vivemos no mundo de Raquel, mas Léa pulsa dentro de nós. Será somente quando nós amarmos o espiritual tanto quanto apreciamos o mundo material que seremos capazes de completar nossa missão pessoal neste mundo, e a missão de toda a humanidade. Jacó é nosso canal para isto. Jacó traçou o caminho para nós, nós só precisamos estar abertos para caminhar nele e pedir por sua assistência.

Nesta semana, em suas meditações, peço para você fechar seus olhos e viajar para dentro. Deixe de lado o mundo físico, só por um momento, e volte-se para dentro. Foque em sua respiração. Veja o subir e descer de seu abdômen e sinta o ar entrando e saindo de seus pulmões. Consegue ouvir as batidas de seu coração? Há uma Luz dentro de você, uma linda Luz que está destinada a brilhar mais intensamente. Depois que fechar seus olhos e distanciar-se do mundo físico, permita-se ir cada vez mais fundo em seu espírito. Peça ao Criador para enviar Seus anjos para ajudar a guiá-lo na descoberta de quem você realmente é. Descobrir sua alma é descobrir o Criador interno e sua capacidade de dar e compartilhar. Há um infinito amor dentro de você que anseia para servir toda a humanidade. Você finalmente encontra a fonte da bondade, misericórdia e compaixão. Esta jornada para descobrir o Criador interno é o motivo pelo qual viemos ao mundo. É a jornada de uma vida inteira.

 

→ clique aqui para ler outros artigos de Karen Berg

 

Cursos, Seminário e Eventos

Ferramentas Kabalísticas

Astrologia Kabalística

Os conhecimentos adquiridos a partir da leitura de um mapa...

Zohar

O Universo não começou com um átomo ou uma partícula...

72 Nomes

Os 72 Nomes de Deus não são nomes no sentido comum, são 72...

Ana Bekoach

O Ana Bekoach é talvez a oração mais poderosa de todo o...

Meditacão de Proteção

O que há de tão importante em uma simples fita vermelha...